Acusado de matar esposa em Bayeux foi morto na Bahia

-

A polícia confirmou que acusado de matar a própria esposa no Mário Andreazza, em Bayeux, foi assassinado na Bahia três dias depois do crime. O feminicídio foi registrado no último dia 4 de outubro.

Baiano, como era conhecido, era procurado por ser o principal suspeito de ter matado a esposa identificada como Damares, de 22 anos. A família da jovem temia que ele fugisse para a Bahia, seu estado de origem.

O corpo dela foi encontrado por familiares com as mãos amarradas, um travesseiro na cabeça e uma faca cravada no peito em cima da cama onde o casal morava na cidade de Bayeux.

Segundo a polícia da Bahia, traficantes teriam expulso o acusado do local onde estava escondido. Como ele se negou a atender a ordem, foi assassinado na noite do dia 7 de outubro com mais de 10 tiros.

A informação foi confirmada ao blog pelo delegado Ademir Fernandes, chefe do Núcleo de Homicídios da cidade de Bayeux.

Últimas

Buba comemora investimentos em mobilidade urbana no Seridó e Curimataú

Ao todo, 11 municípios da região serão contemplados com ações

Justiça julga improcedente ação contra prefeito Ailton Gomes

A ação apontava que o gestor não teria realizado a prestação de contas de recursos recebidos do FNDE

Em Brasília, Gervásio e Buba discutem futuro do PSB na PB

Os parlamentares foram recebidos, no início da noite, pelo presidente da fundação, Márcio França.

Conselheiro do TCE pede reprovação de contas de Olivânio

O pedido foi feito durante a sessão desta quarta-feira (17).

Ex-prefeito Aido tem sétima conta aprovada pelo TCE

Após a prestação de contas de 2019, resta apenas as contas de 2020, seu último ano de governo, serem apreciadas pela corte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui